quarta-feira, 12 de maio de 2010

Nordeste se prepara para a Copa 2014

Ministro do Turismo participa da abertura da Nordest Invest 2010 e saúda o bom momento econômico da região

Investidores e empresários brasileiros, dos Estados Unidos, da Europa e do Oriente Médio desembarcaram em Natal (RN), para a abertura do Nordeste Invest 2010. Fechar negócios e impulsionar o desenvolvimento do Nordeste é o objetivo de um dos maiores e mais importantes encontros imobiliários e turísticos do país, que começou nesta segunda-feira (10).

Ao discursar durante a solenidade, o ministro do Turismo, Luiz Barretto, apresentou o cenário promissor de crescimento da região Nordeste. “Foi-se o tempo em que Nordeste era sinônimo de desconfiança. Hoje, significa solução, principalmente quando o assunto é turismo. Nos últimos quatro anos, de um total de R$ 6 bilhões de investimentos da pasta em infraestrutura por todo o País, mais da metade foi aqui para o Nordeste. Os estados têm crescido acima da média nacional e a perspectiva é que esse bom momento continue.”

Segundo ele, a Copa do Mundo de 2014 deixará um importante legado para a região. “Serão quatro sedes, Natal, Fortaleza, Recife e Salvador. Fortalecendo as experiências positivas dos governos e da iniciativa privada e investindo em capacitação, teremos um turismo cada forte vez mais forte aqui.”

O governador do Rio Grande do Norte, Iberê Paiva de Souza, e a prefeita de Natal, Micarla de Sousa, também participaram da abertura do Nordeste Invest 2010. “Um encontro como este valoriza o empreendedorismo em nossa região, que tem tido sucesso ao diferenciar o seu potencial turístico”, afirmou o governador, lembrando que o projeto de construção do Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante será uma das importantes alavancas para o turismo no estado.

Para Micarla de Sousa, o Nordeste Invest 2010 mostra que a região está de braços abertos para todos os investidores que falam o idioma da sustentabilidade. “Com a atenção especial para o turismo e o mercado imobiliário, vamos impulsionar o crescimento econômico aqui no Rio Grande do Norte e nos demais estados do Nordeste”.


ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário