quinta-feira, 15 de julho de 2010

A Associação Cultural e Assistencial da liberdade – ACAL, com o propósito de divulgar a cultura oriental e levar entretenimento e lazer gratuitos à população de São Paulo, realizará o grandioso e tradicional evento cultural “TANABATA MATSURI – Festival das Estrelas”.

O TANABATA MATSURI, originou de uma lenda, criada há quatro mil anos e inspirada nas estrelas Veja e Altair: conta a história de uma certa princesa Orihime e seu amado Kangyu. A princesa Orihime era uma excelente tecelã e confeccionava a mais perfeita seda de que se tinha noticia. Preocupado com sua excessiva dedicação, o rei ordenou que ela se distraísse, dando passeios diários pelo reino. Em uma dessas ocasiões, Orihime conheceu o pastor Kengyu e os dois se apaixonaram. Esquecendo–se completamente de suas obrigações, a princesa tecelã e o pastor dedicaram todo o tempo a essa paixão e por este motivo foram castigados, sendo transformados em estrelas e separados pela Via Láctea. Comovido com a tristeza do casal, o Senhor Celestial permite um único encontro anual entre eles, num dia de julho. Em agradecimento à dádiva recebida, o casal atende aos pedidos feitos em papéis coloridos (irokami/tanzaku) e pendurados em bambus (sassa dake). A festa foi introduzida no Japão pela Família Imperial no início do século IX com o nome de Tanabata Matsuri.

Aqui no Brasil, neste TANABATA MATSURI, serão colocados nas calçadas da Praça da Liberdade, Rua Galvão Bueno e Rua dos Estudantes, dezenas de enfeites de Tanabata pendurados em 100 bambus de aproximadamente treze metros de altura, com três enfeites de papéis coloridos com longas caudas, em cada bambu. Estarão à disposição do público os “Tanzakus”, papeletas para escreverem os seus pedidos e pendurarem nos ramos dos bambus chamados “sassa dake”.

Teremos a apresentação de danças folclóricas orientais com participação de mais de 1.000 dançarinas voluntárias de várias Associações, apresentação de Taikô (tambores), Show Musical, Karaokê, atrações ods jovens, oficina de origami (dobraduras de papel), kirigami (arte de papéis cortados), shodô (caligrafia japonesa), sumiê (pintura japonesa), além dos concursos de enfeites, desenhos e poesias do tipo “Haikai”, “Tanka” e “Haiku”, formando com a Feira de Artesanato da Liberdade em um conjunto harmonioso, onde os participantes poderão servir-se das barracas de alimentação típica oriental, admirar e comprar os trabalhos artesanais.

Data: 24 e 25 de julho de 2010 (sábado e domingo)

Horário: a partir das 10:00 horas

Local: PRAÇA DA LIBERDADE

Público Estimado: 150.000 (cento e cinquenta mil) pessoas

Realização: Associação Cultural e Assistencial da Liberdade

Fonte: Visite São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário