terça-feira, 6 de julho de 2010

Turismo bate recorde em Foz no primeiro SEMESTRE

Foz do Iguaçu, a terra das Cataratas, bateu recorde de visitação turística no primeiro semestre deste ano, confirmando-se como a segunda cidade que mais recebe visitantes por força do turismo de eventos e atrativos naturais. Entre janeiro e junho, o Parque Nacional do Iguaçu recebeu 569.638 visitantes, percentual 11% superior ao mesmo período do ano passado. Os números do primeiro semestre de 2010 também superam, em 9,5%, os resultados obtidos no primeiro semestre de 2008, quando o parque ultrapassou sua marca histórica.

“Os números demonstram que estamos a caminho de fechar o ano com um novo recorde histórico”, afirma o chefe do parque, Jorge Pegoraro. A estimativa é ultrapassar 1,2 milhão de visitantes.

Os números positivos  também se repetem em relação ao Aeroporto Internacional  das Cataratas. No primeiro semestre, o movimento de passageiros no embarque e desembarque foi de 521.993, um crescimento de 51% em relação a igual período de 2009.

“Até o mês de junho, já embarcamos e desembarcamos 65% do volume total de passageiros de 2009. Nossa previsão é superar 1 milhão e 100 mil passageiros até o final do ano. Com otimismo e se o fluxo continuar assim, podemos chegar a 1 milhão e 200 mil”, comemora o superintendente da Infraero, Joacir Araújo dos Santos, apostando em mais um recorde.

O segundo atrativo turístico mais visitado da região, a Itaipu Binacional, também teve aumento de visitantes, com 188.108, quantidade 5% acima do que em 2009. A maior alta, de 13,3%, foi na visita panorâmica, que teve 115.992 visitantes nos primeiros seis meses de 2010, contra 102.364 em 2009. “A entrada em funcionamento do novo sistema de transporte, que incorporou cinco ônibus double-deck em sua frota, deu um upgrade à visita panorâmica”,  explica Gilmar Piolla,  superintendente de comunicação social da Itaipu,

Na hotelaria, segundo o presidente do Sindhotéis, Carlos Silva, mais comemoração. Foz praticamente não teve baixa temporada em 2010. E a tendência é de continuar em alta.

AE

Fonte: Brasilturis

Nenhum comentário:

Postar um comentário