terça-feira, 8 de março de 2011

Temporada em SC registra aumento de hospedagens e queda no comércio

Pesquisa realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio-SC) com 549 empresários de Florianópolis e Balneário Camboriú revelou queda no faturamento das empresas de comércio e serviços. Comparando aos dados de 2009, em Florianópolis estes setores registraram queda de 7,8% no faturamento da temporada e em Balneário Camboriú a queda no faturamento do período foi de 9,1%.

Em fevereiro de 2011 o orçamento total das viagens
ficou em R$ 2.210 mil em Florianópolis
e R$ 2.970 em Camboriú. Foto: Vicente Parisi.


Apesar das chuvas que provocaram enxurradas e inundações em muitas cidades, o setor hoteleiro teve um incremento nas hospedagens. No levantamento 53,1% dos empresários do setor hoteleiro da Capital e 86,4% dos empresários de Balneário Camboriú afirmaram que as chuvas de janeiro não influenciaram no movimento.

Pelo contrário, houve um incremento de 12,81% em Florianópolis e 14,3% em Balneário Camboriú nas hospedagens durante a temporada. "Isso mostra que o comércio deve ser cada vez mais empreendedor e criativo para aproveitar o aumento do fluxo de visitantes na temporada de verão", destaca presidente da Fecomércio, Bruno Breithaupt.

O levantamento foi realizado entre os dias 14 e 16 de fevereiro em seis segmentos: Hotéis, restaurantes, vestuário, calçados, agências de turismo e locadoras de automóveis, hipermercados.

Turistas gastaram mais

A pesquisa também foi realizada com os visitantes destas cidades. Os resultados indicam que os turistas gastaram mais em 2011 do que em 2009. Comparando os dados, em fevereiro de 2011 o orçamento total das viagens ficou em R$ 2.210 mil em Florianópolis e R$ 2.970 em Camboriú, contra mil reais em 2009, ano em que a crise econômica internacional foi mais sentida. "A maioria destes visitantes pertence à classe ‘C', que tem se tornado um grande público consumidor devido ao aumento do poder de compra", explica Bruno Breithaupt.

Em Balneário Camboriú, a pesquisa mostrou que os turistas argentinos são maioria. Em Florianópolis, na praia dos Ingleses, 42% vêm do Rio Grande do Sul, enquanto em Canasvieiras e na Lagoa da Conceição, a maioria dos visitantes é argentina, com 50% e 39% respectivamente. Em Jurerê Internacional foram encontrados mais turistas de São Paulo (22%) e Rio Grande do Sul (21%).

Tanto em Florianópolis como em Balneário Camboriú verificou-se alto índice de desejo de retornar por parte dos turistas, com 86% e 97%, respectivamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário