segunda-feira, 18 de julho de 2011

Hotelaria terá novo sistema de registro de hóspedes

A plataforma eletrônica está em desenvolvimento e a meta é colocá-la em prática em 90 dias


O ministro Pedro Novais, entre os secretários Isabel Mesquita, Colbert Martins e Frederico Costa
Depois da classificação, a hotelaria também ganhará um novo sistema de registro de hóspedes. A notícia foi anunciada ontem (13) pelo ministro do Turismo, Pedro Novais, durante sua participação na abertura do Salão do Turismo, em São Paulo. De acordo com Novais, já está em desenvolvimento pelo Ministério do Turismo a plataforma que transformará a antiga ficha de hospedagem em uma ferramenta eletrônica que permitirá o registro online do hóspede.

Armazenado no sistema, o registro não precisará mais ser refeito a cada nova hospedagem, ainda que em hotéis ou localidades diferentes. Ao apresentar o seu número de CPF no momento do check-in, o hóspede já será identificado e o atendente só precisará completar o registro com informações adicionais, como motivo da viagem e período de permanência no destino, por exemplo.

Novais informou que a plataforma que tornará a mudança possível já está em fase de desenvolvimento pelo Ministério do Turismo e que a meta é colocar o sistema em prática dentro de 90 dias. Além da comodidade ao hóspede, o ministro lembrou que o novo sistema será de grande valia na mensuração do fluxo e do perfil de visitantes e, consequentemente, na construção de dados estatísticos.

Segundo o diretor do Ministério do Turismo, Ricardo Moesch, o hotel não terá custo para implantar o sistema, desde que já tenha a tecnologia para suportar a plataforma. “Muitos hotéis já fazem o registro de forma eletrônica, o que queremos é tornar isso possível a todo o setor”, disse Moesch. De acordo com o diretor, a implantação deve começar pelos hotéis localizados nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo e seguir pelas demais localidades inseridas entre os 65 destinos considerados indutores de fluxo turístico. O objetivo é ter uma base consistente até o final deste ano.

O presidente da ABIH Nacional, Enrico Fermi, disse que a decisão torna realidade um desejo antigo da hotelaria, e afirmou que a entidade vai acompanhar e apoiar o processo, por meio do estímulo e da conscientização dos seus associados acerca da importância da construção dessa base eletrônica. “Vamos trabalhar principalmente junto à hotelaria independente, já que para as grandes redes a adaptação é sempre mais fácil”.

Embora ainda sem data definida, o ministro Pedro Novais confirmou que a assinatura da portaria que regulamentará o uso da nova Ficha Nacional de Registro de Hóspedes vai acontecer em Salvador (BA).

Fonte: http://www.revistahotelnews.com.br/2009/noticia.php?req_url=006&id_noticia=933

Nenhum comentário:

Postar um comentário