terça-feira, 10 de abril de 2012

Hospitalidade é muito mais do que um Bom Dia!

Mario Cezar Nogales
Consultor Hoteleiro
mario@snhotelaria.com.br
Já pensou em todas as vezes que você precisa comprar novos lençóis para seu hotel e todas as vezes os mesmos fornecedores sem apresentam. De todas estas vezes que você comprou, os vendedores destes concorrentes, apesar de muito técnicos, pouco sabem sobre a hotelaria.

Cansei de ver, comprar e reclamar varias vezes, em alguns casos, que me venderam gato por lebre apenas para atender o anseio da controladoria de baixar os custos e tudo mais. Não há segredos na industria têxtil, os tecidos são o que são, ou eles são 100% algodão ou são mesclados

Na minha busca da Excelência dentro da hotelaria, sempre me deparo com as economias burras e infelizes de certos administradores que buscam somente o resultado financeiro de curto prazo, quando na verdade a hotelaria é feita a longo prazo, e o longo prazo que digo aqui, é de que seu hotel deve permanecer ativo por pelo menos 100 anos. Não é um mero resultado positivo em um mês ou um ano que vai fazer a diferença, e sim o resultado de algumas décadas de operação.

A qualidade dos lençóis que vão nas camas, assim como os colchões, os amenities, o café que você serve, deve ter tamanha qualidade que possa lembrar, eu disse: lembrar nosso maior competidor que é a própria casa do hospede.

Quem dirá então do tratamento dado pelas lavanderias, que em boa parte dos hotéis é terceirizada, quantas dores de cabeça nos trazem nossos fornecedores e parceiros que muitas vezes não compreendem o que é verdadeiramente a hotelaria.

Para aqueles leitores que ainda não entenderam:

Hotelaria é feita por pessoas que irão de encontro com as Expectativas que os hospedes tem de um hotel buscando sempre a mais perfeita HOSPITALIDADE.

Hospitalidade, como algo subjetivo de todos, não é algo que possa ser treinado, mas sim educado, pois a hospitalidade está dentro das pessoas, e cada detalhe faz a diferença, um lençol, um sabonete, uma ducha que não proporcione a qualidade que o hospede está acostumado e pronto, lá se foram décadas de árduo trabalho de vários profissionais e hoteleiros.

Por isto, antes de pensar em qualquer fornecedor que se lhe apresente, busque sempre aquele que entenda o que é hotelaria, com certeza você terá, não só uma ajuda para trazer a hospitalidade ao seu hospede, mas sim, um verdadeiro parceiro que pensa como você: O Hotel vive para o Hospede!

Voltando aos lençóis, grande parte de nós hoteleiros, por não sermos do ramo têxtil, acabamos levando gato por lebre, porém e não obstante, apenas podemos ser enganados se não temos a devida informação, e como vivemos na era da informação, ela é que não falta!


Entenda um pouco sobre tecidos e lençóis


PERCAL 
O mais famoso tecido para lençóis. O percal é produzido com fio 100% algodão. É um fio nobre na qual chamamos de penteado, ou seja, não contém impurezas e não cria bolinhas.

Nesse tipo de tecido usa-se a contagem por fios, isso quer dizer quantos fios a trama possui por polegada quadrada. Não é apenas o numero de fios que gera um tecido de boa qualidade. Fatores como fibra longa do algodão e um bom acabamento na tinturaria interfere muito no produto final. Em alguns casos o numero elevado de fios deixa o tecido muito fechado e sem respiração, como também um numero baixo produz um tecido muito aberto. 

CAMBRAIA 
O tecido Cambraia também é produzido em 100% algodão, só que com um fio um pouco mais grosso que o do percal. A Cambraia tem uma característica de ficar cada vez mais confortável com o passar do tempo com as lavagens consecutivas. Nesse tecido não se usa a contagem por fios.

MALHA FIO PENTEADO 
A malha começou a ser usada em lençóis há pouco tempo. Esse costume veio da Europa, onde o conforto é levado muito a sério.

Os lençóis de malha são tão práticos e confortáveis que podemos afirmar ?
Lençol de malha é qualidade de vida?

Atenção, são vários fatores que fazem um lençol de malha ser bom, muito cuidado na hora da compra. Existem muitos produtos de baixíssima qualidade no mercado. Preste atenção aos seguintes detalhes:

  • Composição: 100% algodão fio penteado. - Para não fazer bolinha. 
  • Acabamento: Reativo ou Idantrem. - Para não desbotar. 
  • Amaciante: Para um toque especial. 
  • Compactação: Para um encolhimento mínimo e evitar deformidades. 
  • Peso da malha: Mínimo de 130gr por metro quadrado. 
  • Ultra-Fresh: Proteção antimicrobial ao tecido. 
CETIM 
Tecido produzido com fio 100% poliéster. Sua fama vem do alto brilho que proporciona. Tem como característica um toque gelado e escorregadio.
Muito apreciado por decoradores que procuram criar um ambiente luxuoso aos quartos.

Atenção. Existem três tipos de cetim. Sharmousse , Duchese e Vison, sendo o sharmousse macio e com ultra brilho ideal para roupas de cama.

MALHA CARDADA 
Tendência a fazer bolinha e toque áspero. Baixa qualidade.

TECIDO MISTO
Muito usado em lençóis estampados. A composição mais utilizada é 67% poliéster e 33% algodão. Tendência a fazer bolinha. 

Veja bem no que você deve prestar atenção antes de comprar seu novo lençol: 

NÚMERO DE FIOS 
Um bom lençol deve ser 100% algodão. Mas e o número de fios por polegadas? 
Qual a importância e o benefício na prática? 

A quantidade de fios tecidos por polegada define a maciez e a durabilidade do seu lençol. Para garantir o seu conforto, os melhores produtos tem no mínimo 200 fios por polegada. 

Um lençol com 200 a 220 fios por polegada é considerado muito bom e se tornou símbolo de elegância e bem viver. Com 230 a 300 fios por polegada temos um produto excelente, com toque extremamente macio e especial. 

Lençóis com 600 fios têm uma inigualável textura acetinada e nobre. Logicamente, quanto mais fios, maior o preço. 

Mas aí chega a hora de você avaliar o quanto pode pagar por este conforto. 

TAMANHO 
O tamanho do lençol está relacionado às medidas da cama. São eles: 
1,40m – Lençol tamanho Standard 
1,60m – Lençol tamanho Queen Size (também conhecido como “cama de viúva”) 
1,80m – Lençol tamanho King Size 
2,00m – Lençol tamanho Super King Size 

TECIDOS 
Lençóis especiais podem ser confeccionados de muitas maneiras, mas as principais e mais usuais resultam em tecidos como percal, acetinado, adamascado e jacquard. 

Percal: A trama do percal é plana, simples, extremamente durável e a base perfeita para lençóis com bordados ou com desenhos. No percal os desenhos ficam mais nítidos e claros. 

Acetinado: Na trama do acetinado os fios flutuam na superfície do tecido. Os acetinados são sempre confeccionados com o nobre algodão egípcio, tem uma textura muito macia, são encorpados e luxuosos.

Adamascados e Jacquard: A trama do Jacquard é feita em um tear especial. O tear de jacquard foi inventado no século XVI, permitindo que o desenho fosse incorporado ao tecido e não impresso. Hoje, máquinas especiais computadorizadas geram belas tramas e desenhos.


A Busca pela Qualidade
Logicamente que, como não sou um especialista em lençol, fui buscar quem mais entende sobre o assunto, e encontrei com uma Sr.a de nome que nos lembra da mitologia grega: a Sra. Acrisia.

Esta senhora, por acaso, é dona de uma confecção e justamente, uma confecção voltada para a hotelaria, assim como eu, ela também acha um horror levar gato por lebre porque não existe um PERCAL 60/40, o que existe é um tecido misto, que pode até ter uma certa qualidade, mas com certeza, além de não durar pelo menos 18 meses e de fazer bolinhas e não vai levar a qualidade que o hospede espera do seu hotel.

A marca da Acrisia é a TRISSET, e nós da SN Hotelaria, especialistas em hospedagem e qualidade para a hotelaria fomos convidados a fazer parte da família TRISSET e a partir dai, os lençóis TRISSET, com certeza farão parte dos hotéis que buscam a qualidade, muito mais que a falta de conforto.

Saiba mais sobre a TRISSET no www.trisset.com.br ou em nosso site www.snhotelaria.com.br


Um comentário:

  1. Você faz algumas colocações que até parece que andamos na mesma escola srsrs Cambrai, e já dizia o poeta, "por cima damasco roxo, por baixo cambraia fina. Mas nada como o bom algodão claro que Bom algodão. Aparecem então os manga de alpaca, os antigos "guar-livros" e os "administradores, não sei e quê mas sei que estão em hotéis ou por engano ou por "QI". E partem para a "economia" neste caso realmente a base da porcaria, economizar com o Bem estar do hóspede é preferível e mais barato fechar.
    Eu digo nos meus cursos. Custos se diluem, despesas se controlam e ou diminuem e Receitas se Gerenciam. E com este parecer aparece sempre o dinheiro suficiente para os Bons investimentos, agora precisa saber qual é qual e como planejar tudo isso.Mas economizar em bem estar do Senhor Hospede é, na melhor as hipóteses: BURRICE. É muito mais que incompetência.

    ResponderExcluir