sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

E vamos falar de sustentabilidade

Cezar Nogales
Consultor Hoteleiro
sn@snhotelaria.com.br
(11) 9 8135 0888
skype: snhotelaria
Deixando o modismo de lado, sustentabilidade é um prato cheio para vários argumentos, há os que são a favor, os que são contra e os que acham que isto é mais um modismo baseado em marketing sem fundamento real na questão.

Eu particularmente me coloco na terceira opção, e por isso mesmo questiono tudo o que aparece com o jargão “sustentabilidade”, uma vez que como buscador de conhecimento, não só para fundamentar meus artigos para hotelaria, mas como base e fundamento de meus livros e pesquisas, assim como com as consultorias que realizo, afinal de contas, conhecimento não liberta, o que realmente liberta é o uso deste conhecimento.

Infelizmente, nos dias atuais, a maior parte das pessoas enfrentam dilemas diários causados por empresas que se tornaram gigantescas que dominam o mundo atual, seus movimentos vão desde a manipulação do raciocínio de massas, até o controle de governos, tudo isto com a sua melhor ferramenta, a televisão. Um filosofo uma vez me disse: “você quer saber como vai ser o futuro, basta ver o que está sendo divulgado e publicado hoje” como também me disse: “os canais de transmissão de programas televisivos cumprem perfeitamente a sua função que é censura e controle de massas”

É por este e outros motivos que sempre fico com a pulga atrás da orelha quando se menciona a sustentabilidade, porque é algo que está se massificando, estão doutrinando nossos filhos, estão manipulando informações para que em um futuro muito próximo o controle ainda seja realizado.

Depois desta explicação vamos ao que interessa: a sustentabilidade.

Sustentabilidade, em um artigo anterior que escrevi nada mais é do que fazer ações que garantam a existência das gerações futuras, seja de forma pessoal, seja de forma empresarial, devemos tomar as devidas decisões para garantir que meus filhos tenham um futuro, ou para garantir que a empresa tenha um futuro para as próximas gerações.

Ichak Adizes em sua obra: “O ciclo de vida das organizações”, em minha opinião foi o primeiro desta era a falar de sustentabilidade comparando empresas com organismos vivos, ”Viver significa resolver problemas ininterruptamente. Quanto mais plena for a vida, mais complexos os problemas a serem resolvidos. O mesmo se aplica as organizações.” Dizia.

Com base em Adizes, assim como toda uma filosofia de vida, a sustentabilidade não é do planeta, e sim de nossa sociedade, de nosso modo de vida, e os organismos gigantescos que controlam informação se utilizam de maestria quando passa a informação de forma dissociada.
Este formato de argumentação faz com que o cérebro não compreenda o que está acontecendo e desta forma aceite o que se está argumentando como se fosse verdade, um exemplo disto é de que o sol é causador de câncer na pele (se assim o fosse os seres humanos já haveriam sido extintos da face da terra).

Com a sustentabilidade não é diferente, uma vez que sustentabilidade na sua forma empírica vem do verbo sustentar que no dicionário é: 1. Segurar por baixo. = SUPORTAR, SUSTER, 2. Auxiliar; amparar., 3. Impedir que alguma coisa caia. 4. Fazer frente a; resistir a. 5. Conservar; manter. 6. Alimentar; dar o necessário para viver a. 7. Instruir, edificar (o espírito). 8. Estimular. 9. Perpetuar. 10. Fortificar; defender. 11. Opor-se a. 12. Pelejar a favor de; defender com argumentos. 13. Afirmar com empenho. v. pron. 14. Resistir. 15. Manter-se. 16. Prolongar (som ou voz).
Através da etimologia Essa vem de “sustentável”, de “sustentar”, do Latim SUSTINERE, “aguentar, apoiar, suportar”, de SUB-, “abaixo”, mais TENERE, “segurar, agarrar”. O sufixo -dade (não “-bilidade”) é do Latim -ITAS, formador de substantivos abstratos derivados de adjetivos.

Usando um pouco de raciocínio, posso demonstrar que a frase “SUSTENTABILIDADE DO PLANETA” com ênfase no ser humano é incorreta, uma vez que não são os seres humanos que sustentam o planeta, pelo contrário, é o planeta que sustenta nós seres humanos, como a lógica de seu sentido está invertida, a formação de argumento dissociado da realidade faz com que a maioria das pessoas que não usam o tempo todo o que Deus lhe deu de mais importante, que é o uso do cérebro, aceitem a argumentação e creiam que seja real. Ora Bolas, a existência e sustentabilidade do planeta é de fato realizada pela estrela mais próxima que conhecemos como SOL e não por humanos, afinal de contas, já passaram por este planeta outros seres (os dinossauros), e nós, em escala planetária, não passamos de um pequeno ponto.

Este tipo de argumentação serve nada mais e nada menos para manter a sustentabilidade dos gigantes empresariais, com a desculpa de estar “salvando” o planeta em detrimento da humanidade e dos seres humanos.

Portanto, quando você encontrar por ai hotéis que se dizem sustentáveis, devemos fazer a seguinte pergunta: sustentáveis para quem, afinal de contas, quem sustenta o hotel são os hospedes, pois sem eles o hotel não existe.

Pior ainda se você encontrar hotéis que se dizem que tem ações sustentáveis, se não fosse o obvio, as ações sustentáveis são aquelas ações que vão de encontro ao que mantém o hotel vivo e que são, como argumentei anteriormente, o Sr. Hospede. (nem preciso lembrar que sem hospede o hotel não vive).

Obviamente nossos hospedes querem se sentir em casa num lugar estranho e nada melhor que isto do que ter preços justos e alto desempenho em hospitalidade, e para que isto ocorra, podem-se tomar ações sustentáveis que vão desde a redução com custos, até a melhoria da qualidade de todos os serviços e produtos e a partir de toda esta argumentação, vão algumas dicas de ações sustentáveis para seu hotel.

Energia Limpa a custo zero
Parece uma loucura não é mesmo, como ter energia limpa a custo zero? Se buscarmos na historia, a pessoa que primeiramente sugeriu isto foi Nikola Tesla que desenvolveu uma forma de distribuição de energia limpa a custo zero para toda a humanidade e sem fios (wireless), porém todos conhecem a historia do que de fato acontece com a energia... Atualmente, cientistas e curiosos em todos os cantos do planeta já desenvolveram tecnologia que replica as teorias de Tesla com equipamentos que geram energia limpa através de magnetos a custo zero.








A água não está acabando
Como vivemos em sociedade, a questão da agua é muito importante, se não fosse fato seria jocoso dizer que a agua é auto reciclável como sempre o fez. Esta água que temos é a mesma que sustentou os dinossauros e será a mesma que sustentará as gerações futuras, a única forma de acabar com a água do planeta é fazer com que ela saia do planeta. Vejam bem, vivemos num planeta que chamamos de Terra, contudo, o nome apropriado seria planeta Água uma vez que 75% do planeta é formado por água e não por terra, contudo, de toda esta água, naturalmente temos apenas e tão somente 3% de toda ela existente de forma potável e toda esta água é suficiente para quase 18 bilhões de seres humanos (atualmente apenas somos 7 bilhões).
Mesmo assim temos uma tecnologia que é proveniente do mundo árabe a pelo menos 3mil anos, e se chama: “Filtro de Osmose” que serve para fazer com que a agua salgada do mar se transforme em agua doce e potável para o ser humano, este filtro você encontra hoje em casas de fornecimentos de aquários e o governo brasileiro o distribui no nordeste para que não falte agua potável para todos (infelizmente não se faz a manutenção dos equipamentos e eles acabam quebrando).



Alimentos Orgânicos são melhores e mais baratos

Não há como o alimento industrializado ser melhor que alimentos orgânicos, impossível é esta afirmação e ela somente são feitos para que a indústria gigante de alimentos se sustente, ou seja, grãos geram suas próprias sementes e grãos que não geram sementes não são naturais, logo frutas sem sementes são hibridas com algo e nunca poderão se reproduzir, e obviamente não se sustentam ou sustentam gerações futuras.
E como um alimento orgânico pode ser mais barato que o industrializado? É bastante simples, o que ocorre hoje é que grande latifundiários estão liquidando com os pequenos produtores e somente com o fortalecimento do pequeno produtor é que seus rendimentos podem melhorar e assim reduzir preços de forma escalonada.



Dê preferencia para produtores regionais

Ao redor de seu hotel existem vários produtores pequenos de quase tudo que o hotel precisa, portanto, se você der preferencia a estes, no lugar dos grandes produtores, estará dando chance à SUSTENTABILIDADE HUMANA e mantendo o comercio local você manterá a vinda de turistas para a região, mantendo a vinda de turistas há um consequente aumento, havendo um consequente aumento, haverá mais hospedes.

Um comentário:

  1. A hotelaria não poderia fugir a esta regra. Cada vez mais tem aumentado o nível de discussão e percepção das pessoas quanto aos temas relacionados com o meio ambiente.
    O segmento hoteleiro mundial tem atuado nesta área, já há alguns anos, porém com enfoque fortemente na redução de custo e desperdícios. Os hotéis europeus, desde os anos 80, têm usado técnicas para minimizar o uso de recursos naturais, tais como energia e água. Os hotéis asiáticos também têm sido exemplos de organizações com preocupação ambiental. Muitos hotéis no Japão, China e Coréia têm implementado programas de boas práticas ambientais, com forte enfoque na redução de desperdício e reaproveitamento de materiais.
    No Brasil, a ABIH – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, trouxe um programa chamado Hóspedes da Natureza, baseado no mercado do Reino Unido. O programa despertará em muitos hotéis a conscientização para o uso de métodos de trabalho mais adequados, com maios respeito ao meio ambiente.
    E vamos que vamos!!!

    ResponderExcluir