terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Você já adequou seu hotel para a copa?


Cezar Nogales
Consultor Hoteleiro
contato@snhotelaria.com.br
Recebi esta pergunta há alguns dias e de fato ela me chamou atenção; por que hotéis devem se preparar para a copa? Afinal de contas, hotéis devem estar sempre preparados para receber turistas e receber bem não é uma questão de qualidade e sim de sobrevivência do próprio hotel, contudo, como vimos percebendo já a algum tempo, a hotelaria nacional vem perdendo algo muito importante nestes últimos 20 anos que é a hospitalidade e o assunto vem sendo discutido em todas as ramificações do turismo.
Preparar seu hotel para a copa, não é nada mais que um pleonasmo como “subir pra cima”, e mesmo assim vários esforços vêm sendo realizado pelo Ministério do Turismo para “adequar” a hotelaria a seus moldes o que surge novamente a pergunta: por quê?

Primeiramente devemos compreender o que é a FIFA, e isto é fácil, a FIFA é o acrônimo para Federação Internacional das Associações de Futebol no idioma francês, e como federação organiza os jogos entre as seleções dos países afiliados a ela. Obviamente que o motivo não é apenas determinar qual seleção é melhor que a outra a cada quatro anos, apesar de ser este o principal, o secundário é que de fato o alavanca que é o lucro que este torneio proporciona.
Para isto a FIFA exige dos países sede vários serviços como estádios em condições, mobilidade publica, comunicação de qualidade, além dos serviços óbvios de apoio aos turistas.

Como uma prestadora de serviços a FIFA não poderia deixar de vender ingressos para os jogos do torneio, afinal de contas é ela quem organiza e determina através de sorteio o certame, com isto, criou-se a necessidade de hospedar estes clientes que compram os ingressos através da MATCH (Management of accomodation, ticketing, computer/IT solution and Hospitality), um dos braços da FIFA criada para este fim, suas premissas para a acomodação de seus clientes são:


  • Conduzir com eficiência a operação de acomodações
  • Fornecer acomodações com preços justos e condições razoáveis
  •  Prover acesso eficiente às reservas de acomodações
  • Coordenar a provisão de acomodações com os outros serviços do evento
  •  Promover a imagem do evento e do país
  • Garantir que os serviços contratados serão entregues
  •  Proteger contra marketing de guerrilha para os patrocinadores da FIFA


Enquanto a FIFA organiza o torneio em si, seu braço a MATCH organiza toda a logística de serviços, hospedagem e alimentação não somente para os turistas que vem ao evento, como também organiza estes mesmos serviços para as seleções classificadas.
A organização deste evento não é fácil, pois, de acordo com o planejamento da MATCH, ela cria plataforma para “vender” a cidade com 6 anos de antecedência e garante a mesma plataforma por mais 30 anos após o encerramento do torneio. Bem, isto é o que o departamento de marketing da MATCH afirma e uma vez que o Brasil foi confirmado para a copa em 2007, a primeira parte com certeza foi comprovada, basta agora saber se os 30 anos após se dão.

Este certame deveria ser acertado pela Confederação Brasileira de Futebol e a FIFA, contudo, o governo Lula não mediu esforços para se juntar a CBF e trazer o torneio para terras tupiniquins, todo brasileiro sabe, mesmo que por osmose, que os governos brasileiros em todas as suas esferas, infelizmente são corruptos e corruptíveis e que de fato temos em nosso território, não um governo democrático, mas sim um governo fascista disfarçado de democrático. Logo, algo deve ser feito para controlar as massas e as empresas que estiverem atreladas aos serviços exigidos pela FIFA para que não haja “perdas” para os que a organizam nesta terra de brava gente. Devo lembrar aqui ao caro leitor que uma vez que o Brasil foi confirmado como sede do torneio, noticias de escândalo e corrupção na própria FIFA encheram os jornais do planeta, contudo, vamos aos fatos.
A partir da confirmação do certame em terras brazilis foram criadas secretarias dedicadas ao evento nas cidades que receberão turistas deste evento, assim como comissões especiais tanto no governo federal quanto nos governos estaduais. Em São Paulo, o prefeito veio a publico dizer que não sairia nenhum centavo dos cofres da cidade para pagar obras as necessárias de cunho privado, mas sabemos o que aconteceu não é mesmo, e tenham certeza de que nada diferente foi feito em outras cidades, há muito lucro envolvendo cada pedacinho de obra.

Já no âmbito hoteleiro, de uma hora para outra noticias de que tal hotel (de nome conhecido) se classificou na estrelagem EMBRATUR começaram a surgir em vários pontos do Oiapoque ao Chuí, acordos entre governos municipais e as diversas organizações e associações hoteleiras para a adequação das cidades no que tange a transporte, segurança e serviços de saúde fossem realizados, e cada vez mais e mais liberação de verba para obras, saneamento e cursos para os diversos prestadores de serviços, exemplos como o programa “Bem Receber” entre tantos outros é uma prova cabal destes acordos.

Você pode estar se perguntando por que devo estar dando atenção a estes detalhes, afinal de contas, de uma forma ou de outra o evento está trazendo melhorias para o país. Obviamente que o leitor acurado já deve ter percebido que os governos deveriam estar fazendo todo este serviço muito antes e sem que haja a desculpa de um evento para isto, e com certeza com um custo muitíssimo menor do que está sendo para os cofres públicos.

Uma certeza que me veio durante a pesquisa que fiz para redigir estas linhas foi o fato de que, para que os hotéis se adequem as exigências da MATCH foi o fato de terem sido criadas normas reguladoras das funções existentes nos meios de hospedagem, atentem ao detalhe de que não sou contra normas reguladoras para processos que garantam um controle mínimo na qualidade de produtos para que não compremos gato por lebre, contudo, normatizar funções é algo que nunca fora feito em nenhum ramo de negócios, hoje existem NBRs até para hospitalidade que é algo intangível e de difícil compreensão filosófica, isto é como normatizar o pensamento humano, algo impossível (vejam o exemplo da blogueira cubana), contudo na prática esta norma já existe e com força de lei.

Estas normas, e tenham certeza disto, não surgiram para melhorar ou aprimorar os serviços hoteleiros; normatizar funções, como já citei, são como normatizar o pensamento humano e a cada dia que passa novas funções são criadas e outras deixam de existir. Estas normas surgiram como um teste para a implantação gradual do governo fascista que vem paulatinamente querendo controlar a vida pessoal de cada cidadão neste continente. Assim como o Partido Nazista nunca se disse contra o empresário ou contra a população sendo suas ações completamente antagônicas ao seu discurso, basta deixar o empresário à frente de seu negocio regulado por normas realizadas pelo governo, logo o empresário de fato apenas é o que aparece e serve de culpado caso não dê certo.

É desta forma que os organizadores brasileiros controlarão a copa, com o máximo de recursos que eles puderem captar dos cofres públicos, como o máximo controle sobre os serviços que deveriam ser independentes e finalmente com o enriquecimento ilícito que já podemos observar nas mais diversas esferas de servidores públicos.

Não me surpreenderia em nada que após eventos como a copa e as olimpíadas, mais normas reguladoras de funções surjam nos mais diversos ramos de negócios, obviamente, bancos serão os últimos, afinal de contas, são eles que controlam o fluxo monetário, mas esta é outra história.

Estes são os motivos pelo qual seu hotel deve se preparar para a copa, um evento de apenas 30 dias que se vende como se fossem 30 anos para que alguns lucrem muito. Vale lembrar que os hotéis oficiais da copa, assim o são porque assinaram contrato com o MATCH onde este vende a hospedagem, recebe os recursos, cobra uma gorda comissão e depois é repassada para você, além do mais, você receberá a visita dos ilustres fiscais das diferentes secretarias e agencias reguladora, para garantir que toda a sua documentação esteja em dias e de que todas as normas estejam sendo cumpridas, e isto, meus caros leitores, me lembra em muito aqueles filmes sobre a Alemanha nazista; Heil Lula!

Um comentário:

  1. Em que pesem as verdades escritas pelo meu sócio e Amigo Mario Cezar Nogales ainda ficam uma série de perguntas. Normas para atendimento. O que esses Senhores que se arvoraram o direito de escrevê-las entendem disso. Classificação de Hotéis claramente para quem conhece e lê o chorrilho de asneiras que nelas se encontra e conhece realmente de HOTELARIA que além de uma ciência é uma arte e precisa ser administrada percebe que tudo isso soa a falso ou pelo menos a Incompetência explícita e contumaz. É realmente uma vergonha o que se vem fazendo em nome de uma Capacitação hoteleira na qual, quanto mais mexem, pior a deixam. Porque será? Só incompetência? é capaz. Ou será que é mais PREPOTÊNCIA - os dois eles são pródigos em tudo o que não deve ser feito.

    ResponderExcluir